20 de dezembro de 2016

Pra acabar de vez com essa disritmia...

Bora ver Martinho da Vila cantar "Disritmia" bem baixinho, quase ao pé do ouvido? Ainda tem ingresso...

Eu já fui, vou de novo, vou pra sempre... ♥ ♥ ♥

É no comecinho de janeiro, no Sesc Belenzinho. Dias 5, 6 e 7. 


Todas as músicas do disco de estreia de Martinho da Vila, em 1969, viraram grandes sucessos que fazem parte do cancioneiro popular brasileiro até hoje. Batizado com o seu próprio nome e lançado pela RCA Victor, o LP inclui clássicos como O Pequeno Burguês, Casa de Bamba, Quem É do Mar Não Enjoa, Yayá do Cais Dourado e Quatro Séculos de Modas e Costumes. Quarenta e cinco anos depois, este trabalho foi regravado pelo Martinho, sob o título Martinho da Vila 4.5 Atual e, agora, vira show inédito, concebido especialmente para o Sesc Belenzinho.

Nesse projeto, Martinho da Vila dá uma nova roupagem a canções já consagradas pelo público e mostra que consegue ser atual, sem deixar de ser clássico. O próprio Martinho justificou: "Quando o LP foi gravado, as condições técnicas não eram muito boas. Usamos poucos instrumentos, apenas um violão e um cavaquinho. Eu queria melhorar as harmonias e aproveitei meus 45 anos de carreira para fazer isto". Martinho foi o primeiro sambista a ultrapassar a marca de um milhão de cópias com o CD "Tá Delícia, Tá Gostoso" lançado em 1995. 

Banda: Martinho da Vila apresenta-se acompanhado por grande banda em sua formação completa, composta por músicos com carreiras solo de sucesso, como suas filhas Maíra Freitas (artista de respeito crescente em sua própria carreira solo) e Juliana Ferreira (backing vocals), a percussão sob o comando do seu filho Tunico Ferreira, o baterista Paulinho Black (da banda Sandálias de Prata), além de Wanderson Martins (cavaquinho e direção musical), Cláudio Jorge (violão, muito elogiado pela critica por seu trabalho independente sobre Ismael Silva), Ivan Machado (baixo), Victor Neto (sopros) e Kiko Horta (teclados, fundador do aclamado Boitatá, no Rio).

Um comentário:

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)