23 de outubro de 2016

Arthur tem nome e festa de rei !

Meu sobrinho Arthur está pra chegar e ontem, ganhou festa. De rei!

Bem vindo à nós, Arthur! ♥ ♥ ♥




































19 de outubro de 2016

Bora lá? :: duas semanas de bons filmes na 40ª Mostra Internacional de Cinema de SP

Cena de "Belos Sonhos", de Marco Bellocchio
A partir de amanhã, acontece a tradicional Mostra Internacional de Cinema em São Paulo. Durante duas semanas, serão exibidos 322 títulos em 35 endereços, entre cinemas, espaços culturais e museus espalhados pela capital paulista, incluindo projeções gratuitas e ao ar livre. A seleção faz um apanhado do que o cinema contemporâneo mundial tem produzido, além de apresentar tendências, temáticas, narrativas e estéticas.

A 40ª Mostra é composta por seis seções: Homenagens, Apresentações Especiais, Foco Polônia, Competição Novos Diretores, Mostra Brasil e Perspectiva Internacional.Veja os filmes e diretores desta edição clicando nas palavras em destaque. Clicando nos "filmes", e depois no filme que você se interessar, dá pra descobrir os dias e locais onde ele será exibido.

Mostra abre hoje (19), para convidados, com "Belos Sonhos" 

Há menos de duas semanas a cineasta Renata de Almeida disse que uma Mostra com homenagens a Marco Bellocchio e Andrzej Wajda só poderia ser política. O que ela não sabia é que, justamente naquele fim de semana, Wajda estava morrendo em Varsóvia, aos 90 anos. 

A homenagem da Mostra para ele virou póstuma. A de Bellocchio terá nesta quarta-feira, 19, o autor na tela, com a exibição de Fai Bei Sogni para convidados, no Auditório Ibirapuera, e, a partir de sexta, 21, na cidade, para múltiplas atividades. Bellocchio vem ministrar uma masterclass, participar de debate e ainda vai apresentar as sessões de seus filmes no fim de semana.

Aplicativo tem informações sobre filmes e salas

Além do site do evento e da programação impressa, o público pode, por meio de aplicativo disponível para celulares Android e iOS, encontrar os filmes da edição e os locais de exibição.

Pelo app, é possível acessar todas as informações dos 322 títulos selecionados para a Mostra deste ano, assim como a programação, incluindo eventuais alterações, com os mesmos filtros de busca presentes no site. O usuário também consegue consultar a lista de salas e a distância em que ele se encontra delas, assim como ler notícias e entrevistas.

Há ainda a opção de traçar uma rota entre o local em que o usuário se encontra e a sala de exibição aonde ele deseja ir. Tal recurso, no entanto, necessita que se tenha instalado no dispositivo algum desses aplicativos: Waze, Google Maps ou Apple Maps. O download do aplicativo da Mostra pode ser feito nos links: App Mostra para Android e App Mostra para iOS

Eu gosto de quem tem fé no verso...


18 de outubro de 2016

Ah, esse Facebook...

"A tecnologia é moralmente neutra. O que interessa é o que fazemos com ela."
John Goodenough, professor de Engenharia Mecânica da Universidade do Texas e inventor da bateria de íons de lítio, o que revolucionou a telefonia móvel no mundo


Quando digo pras pessoas que não tenho um perfil no Facebook, as reações são diversas, e quase todas, negativas. Os mais pacientes tentam me explicar que, de fato, a rede pode trazer alguns incovenientes, mas depois me apresentam o leque de "coisas boas" que pode compensar. 

Nunca identifiquei alguma coisa boa nesse lixo, mas de alguma forma entendia o que queriam me dizer: que o Facebook é bom, o mal uso que fazem dele, é que é ruim. 

Mas daí, vez ou outra, eu topo com umas notícias sobre a rede que me fazem pensar ainda mais à respeito. O Facebook não se incomoda com fotos de acidentes; com fotos de assassinatos; com páginas que fazem apologia à pedofilia ou ao crime; com a proliferação da fofoca; com a dependência em "cuidar da vida alheia" que causa; com fotos de casal no perfil, que é a própria personificação da breguice; com a forma que a rede é usada; com o tempo que consome na vida das pessoas; com posts de gifs de fadas brilhantes; com o fato de as pessoas, não contentes em postar fotos de seus cachorrinhos, criarem perfis de seus cachorrinhos, enfim, com a futilidade que representa...

... mas se incomoda com a foto de uma mãe amamentando seu filho e o de uma amiga que estava impossibilitada de fazê-lo por uma questão de saúde. 

Essa semana a empresa excluiu o perfil de Rebecca Wanosik, porque considerou que a foto abaixo é chocante por seu conteúdo sexual. Há mais ou menos um ano, outro perfil foi excluído porque o Facebook acatou a denúncia de seus usuários alegando que a foto de uma cesárea era "ofensiva, repugnante e sexualmente explícita".

O que dizer a respeito? Melhor nem dizer nada. Se lá no Facebook não pode, aqui no meu blog pode. 


Pra constar, o perfil da Rebecca já foi restabelecido, e lamento que agora ela mesma não o exclua. Facebook, além de fútil, é hipócrita.

13 de outubro de 2016

Ossos do ofício

Eu e Pedro conversávamos displicentemente ontem sobre política, e ele, historiador que é, fez sua análise do cenário nacional. Diante da pequena aula, eu, jornalista que sou, não devia, mas fiquei praticamente calada, aprendendo.

Num reino mais distante, vem a Carol, também jornalista, repórter da Globo News, pra representar a classe e dar sua contribuição, coisa que eu não fiz ontem na conversa tão bem quanto ela fez neste vídeo. 

#carolmerepresenta
#somostodoscarol