12 de maio de 2016

Pense... quem é o sapo da sua vida?


Se você puser um sapo numa panela, enchê-la com água e a colocar no fogo, vai perceber uma coisa interessante: o sapo se ajusta à temperatura da água, permanece lá dentro e continua se ajustando quanto maior for o calor. Quando a água está perto do ponto de fervura o sapo tenta saltar para fora mas não consegue porque esta muito cansado devido a tantos ajustes que teve que fazer, e morre. Alguns diriam que o que matou o sapo foi a água fervendo, mas o que o matou, na verdade, foi a sua incapacidade de decidir quando pular fora. Pare de se ajustar à pessoas erradas, relacionamentos abusivos, amizades parasíticas, trabalhos fim-de-carreira e tantas situações que vivem te "esquentando". Quando você já fez tudo o que pôde, e ainda tem que viver fazendo mais, você corre o risco de morrer tentando, e não alcançar nada. Saia fora disso. Comece outra coisa. Em outro lugar. Com outra pessoa. Enquanto ainda dá tempo.

-o-o-o-o-o-o-o-o-

O texto acima não é meu, não é uma fábula, uma metáfora, uma historinha pra boi dormir. Parte dele é uma explicação real do que acontece com um sapo em determinada situação. Já circula na internet há algum tempo e provavelmente muita gente já o conhece. Hoje o li novamente em alguma página da rede e resolvi postar, não pra ensinar a fazer sopa de sapo (rsrsrs), mas, como o próprio texto prevê, essa explicação serve de analogia pra muitas situações das nossas vidas. 

Mesmo antigo e conhecido, sempre vale a pena ler novamente, que é pra gente pensar e ter coragem de apertar o botão "voltar à configuração original" em certas situações. A gente brinca dizendo que antes de conhecer o príncipe, tem que beijar muito sapo (serve pra tudo: pro cara perfeito, pro emprego perfeito, pro lugar pra morar perfeito...), mas quem é o sapo da nossa vida, na real??

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)