28 de abril de 2016

A melhor trilha sonora de novela do planeta!

Eu não tenho acompanhado novelas porque meus horários são bem malucos e geralmente ainda não estou em casa nem pra assistir a última delas. Mas vez ou outra eu estou em algum lugar que me permite espiar alguns capítulos de Velho Chico, novela Global das 9 que, verdade seja dita, é espetacular.

Linda, fotografia linda, atores lindos, cenário lindo, figurino lindo, história linda e... e?... e a melhor trilha sonora do mundo, de todos os tempos, da vida, de tudo... rsrsrs

Procurei link por link pra postar aqui, e vou ficar devendo uns poucos, porque não achei (se alguém achar os faltantes, por favor, me envie).

Atenção especial para "Senhor Cidadão", que é forte de se ouvir; para "Moça Bonita" com a qual já fui presenteada com uma serenata só com voz e violão quando eu era uma mocinha - e já faz tempo!; e "Caravana", que é linda, como tudo o que Geraldo Azevedo escreve.

"Sabiá" é minha preferida, desde sempre

E das clássicas como La Belle de Jour, Metamorfose Ambulante, Meu Primeiro Amor e por aí vai, eu nem preciso falar nada né...

Ouve só que coisa mais linda...

Meu primeiro amor (Lejania)
Intérprete: Maria Bethânia
Autores: Hermínio Gimenez, José Fortuna (versão) e Pinheirinho J R (versão)

Moça bonita
Intérprete: Alceu Valença
Autores: Capinan e Geraldo Azevedo

Caravana
Intérprete: Geraldo Azevedo
Autores: Alceu Valença e Geraldo Azevedo

Senhor cidadão
Intérprete: Tom Zé
Autor: Tom Zé

Tropicália
Intérprete: Caetano Veloso
Autor: Caetano Veloso

A cigana
Intérprete: Roberto Carlos
Autores: Erasmo Carlos e Roberto Carlos

A olhos nus
Intérprete: Ná Ozzetti e Zé Miguel Wisnik
Autor: Zé Miguel Wisnik

Acabou chorare
Intérprete: Novos Baianos
Autores: Luiz Galvão e Moraes Moreira

Barcarola do São Francisco
Intérprete: Geraldo Azevedo
Autores: Carlos Fernando e Geraldo Azevedo

Como 2 e 2
Intérprete: Gal Costa
Autor: Caetano Veloso

Corda de aço
Intérprete: Fagner
Autores: Clodô e Fagner

Da aurora até o luar
Intérpretes: Dadi e Marisa Monte (particpação)
Autores: Arnaldo Antunes e Dadi

Dor e dor
Intérprete: Tom Zé
Autor: Tom Zé

Encarnação
Intérprete: Elba Ramalho
Autor: Tim Rescala

Enquanto engoma a calça
Intérprete: Ednardo
Autores: Ednardo e Climério

Flor de tangerina
Intérprete: Alceu Valença
Autor: Alceu Valença

Gemedeira
Intérprete: Amelinha
Autores: Robertinho do Recife e Capinan

I-Margem
Intérprete: Paulo Araújo
Autores: Paulo Araújo e João Filho

Incelença pro amor retirante
Intérpretes: Xangai part. Elomar
Autor: Elomar

La belle de jour
Intérprete: Alceu Valença
Autor: Alceu Valença

Le vent nous portera
Intérprete: Sophie Hunger
Autores: Bertrand Cantat, Denis Barthe, Jean Paul Roy e Serge Teyssot-Gay

L'Étranger (Forasteiro)
Intérpretes: Thiago Pethit part. Tiê
Autores: Thiago Pethit e Héli Flanders/ Versão: Dominique Pinto e Rafael Barion

Me leva
Intérprete: Renata Rosa
Autora: Renata Rosa

Metamorfose ambulante
Intérprete: Raul Seixas
Autor: Raul Seixas

Mortal loucura
Intérprete: Maria Bethânia
Autores: Gregório de Matos e Zé Miguel Wiskik

Não há cabeça
Intérprete: Pélico
Autora: Ângela Rô Rô

O ciúme
Intérprete: Caetano Veloso
Autor: Caetano Veloso

Ondas de mar de vigo (Ondas do Opará)
Intérprete: Fortuna
Autores: Martin Codax e Tim Rescala (adaptação)

Oração
Intérpretes: Tim Rescala, Fortuna e Tiago de Souza
Autor: Tim Rescala

Oração de São Francisco
Intérprete: Tim Rescala
Autor: Padre Irala

Pedras de sal
Intérprete: Ylana Queiroga
Autor: Alceu Valença

Peixe
Intérprete: Doces Bárbaros
Autor: Caetano Veloso

Por debaixo dos panos
Intérprete: Os Três do Nordeste
Autor: Cecéu

Quizas quizas
Intérprete: Sara Montiel
Autor: Oswaldo Farres

Réquiem para matraga
Intérprete: Geraldo Vandré
Autor: Geraldo Vandré

Riacho do navio
Intérprete: Luiz Gonzaga
Autor: Luiz Gonzaga e Zé Dantas

Sabiá
Intérprete: Luiz Gonzaga
Autores: Luiz Gonzaga e Zé Dantas

Serenata (Standchen)
Intérprete: Chico César
Autor: Franz Schubert, Ludwig Rellstab e Arthur Nestrovski

Suíte Correnteza - Barcarola do São Francisco, Talismã e Caravana (pot-pourri)
Intérpretes: Elomar, Geraldo Azevedo, Vital Farias e Xangai
Autores: Geraldo Azevedo e Carlos Fernando (Barcarola do São Francisco), Geraldo Azevedo e Alceu Valença (Talismã), Alceu Valença e Geraldo Azevedo (Caravana)

Talismã
Intérpretes: Alceu Valença e Geraldo Azevedo
Autores: Alceu Valença e Geraldo Azevedo

Triste Bahia
Intérprete: Caetano Veloso
Autores: Caetano Veloso e Gregório de Mattos

Um oh! E um ah!
Intérprete: Tom Zé
Autor: Tom Zé

Veja (Margarida)
Intérprete: Marcelo Jeneci
Autor: Vital Farias

Vitta, Ian, Cassales
Intérprete: Apanhador Só
Autor: Alexandre Kumpinski

25 de abril de 2016

Colheita



Como é que o coração da gente, que é do tamanho de um punho, pode guardar coisas tão grandes que são até impossíveis de dimensionar? Tem coisas que acontecem mesmo por uma causa nobre e justa...

Nos últimos tempos, ganhei um presente. Custei a desembrulhá-lo porque suspeitava que a bela embalagem seria bem difícil de se abrir. Então, com certo medo da decepção, ficava contente em admirar o bonito embrulho, sem ousar ou querer tocá-lo.

Mas com o passar do tempo, o pacote naturalmente foi se abrindo um pouquinho, revelando seu conteúdo. Eram sementes. Naqueles dias, achei o presente bem inútil, já que meu solo estava estéril. Mas o Lavrador achou que podia haver fertilidade se o terreno fosse trabalhado, e assim o fez! Dia após dia arou a terra, cultivou, plantou e observou nascer. Cuidou para que o broto ficasse forte, com frutos viçosos e raízes profundas.

Sinto-me mais rica a cada colheita, que muitas vezes, faço sozinha. Para cuidar da árvore, meu coração, que há muito batia apenas o suficiente para me manter viva, voltou a bombear meu sangue com força, irrigando ainda mais o solo em que a planta está enraizada, garantindo que ela permaneça firme, apesar dos ventos fortes que a ameaçam.

Os frutos são doces e são de muitos tipos. Quando mordidos fazem cometas percorrerem o céu da boca. Causam tremor. É uma boa safra, e a planta está carregada. Cada vez que me alimento deles, agradeço pelas sementes que brotaram. Maduros, exalam o melhor cheiro do planeta... E então eu escolho provar um bocadinho de cada por vez. Se é que dá pra descrever, eles tem gosto de proteção, carinho e atenção! Além disso, tem efeitos medicinais. Quando plantados no local correto, nunca apodrecem. Quase sempre vêm acompanhados da palavra certa, na hora certa e podem transformar um dia ruim em um dia espetacular...

Essa espécie de planta é adubada de forma calma. Cada vez que apanho um dos seus frutos, sinto a presença do Lavrador, bem pertinho, e fico satisfeita de poder oferecer um exemplar a ele também, esperançosa de que seu paladar possa sentir o mesmo gosto que eu sinto...

Agora sei o quão valioso é meu presente, porque ele contém todo tipo de sentimento bom. Seu cultivo é um tesouro inestimável! Mas ocorre que, em certas safras, colho uma fruta de que não gosto, e que chamo de saudade. Às vezes seu gosto é muito amargo e digeri-lo é sempre demorado. Mesmo assim, sua polpa é macia, e por isso permito que ele germine em minha planta. É impossível realizar uma colheita sem que um desses caia em minha cesta, mas também sei que esse, chamado saudade, só nasce porque todos os outros, que o cercam, existem.

Em dias assim, sento à sombra da minha árvore e espero, pacientemente, pelos dias de fruta doce...

20 de abril de 2016

De quando não cabe mais no peito...



Todos os dias, geralmente pela manhã, eu recebo um presente. Na maioria das vezes são músicas, e em outras, uma poesia. 

Eles chegam e melhoram o que está à minha volta, suavizam o peso de algumas coisas. E o dia segue...

Mas hoje foi diferente... o de hoje também foi uma poesia, mas foi diferente.

O de hoje preencheu espaços, transbordou, se espalhou, não coube no peito. Colou no meu rosto um risinho constante, desses que a gente fica com ele na cara o tempo todo, no trânsito, no chuveiro, no meio da rua, em qualquer lugar, e nem percebe.

O presente de hoje é lindo, traz calma, tem poderes medicinais... #grata!

19 de abril de 2016

Sobre o projeto "1º Livro"


O projeto "1º Livro", inscrito nos desafios da NEXSO. foi selecionado como uma das 20 melhores startups da América Latina e agora precisa do seu voto para ter mais oportunidade de desenvolvimento, implantação e amplo alcance.

Trata-se de uma metodologia prática que dá chance de crianças e jovens de escolas públicas escreverem livros. Para tanto, elas passam por todos os processos de produção desde a concepção das ideias até a sua publicação.

Ideia boa tem que ser divulgada e apoiada! Vota lá, vai...

Para saber mais sobre o projeto e seus objetivos (e aproveitar pra votar, rsrs) é só acessar o link https://www.nexso.org/solucion/sl/e2894162-b4f4-47cd-9621-5ae66fa218d9


Sobre os desafios da Nexso - Os desafios da NEXSO buscam identificar as melhores soluções existentes para diversos problemas. De curta duração e sobre temas específicos de interesse geral, eles geram novas oportunidades de apoio aos participantes. Saiba mais no site, clicando aqui.