12 de janeiro de 2015

Suco verde todos os dias :: testando novos ingredientes


O suco verde não é novidade pra ninguém. Quem nunca tomou, ao menos já ouviu falar dos seus benefícios. Eu já tomei inúmeras vezes mas confesso que não faço (ou não fazia) isso diariamente, e nem em casa. Todas as vezes que bebi este suco, foi comprado.

Pura preguiça e falta de hábito, mas a promessa de bons resultados em relação à disposição física é tanta que estou toda engajada e, há alguns dias, venho ingerindo um copo por dia.

Claro que o povo da internet tá careca de saber como é que se faz esse suco, o que não é nenhuma grande proeza, porque basta misturar couve a qualquer outro ingrediente que se consiga ingerir e prontinho! Qualquer combinação vale, desde que tenha couve como base. 

Então qual a novidade desse post? Bom, tentei 3 ingredientes que nunca havia lido na internet, e acho que funcionou super bem para o paladar. Como o suco deve ser tomado diariamente, o gosto dá uma enjoada, mesmo variando as frutas, então fiz alguns testes e vou compartilhar aqui.

Já fiz com abacaxi, com maçã, pêra, melancia, laranja e limão. Em todas essas versões, além da couve, bati junto um pedaço de pepino e uma lasca de gengibre. Em alguns casos, como o abacaxi, usei hortelã também.

Sei que ainda posso usar melão, quiwi, acerola, uva verde e tudo o que a imaginação permitir, mas não é sempre que temos toda essa variedade de frutas em casa. Então resolvi usar capim limão e chá de anis estrelado. No caso do capim limão, eu coloquei a própria folha pra bater junto com o suco. Já o anis estrelado, fervi com água pra conseguir soltar o gosto, coloquei esse chá na geladeira e então substituo a água por ele.

O terceiro ingrediente do qual falei é a folha do alface liso. Esse eu não substitui por nada, apenas acrescentei à receita, porque deixa o suco mais leve e pelas propriedades calmantes que o alface tem. A única versão em que coloquei 1/2 sachê de açúcar orgânico foi o de limão, não propriamente pelo limão mas, como a couve é meio amarga, a junção dos dois ingredientes fica bem puxada. Todos os outros dá pra tomar sem açúcar e o gosto é ótimo!

Pra ajudar, facilitei a minha vida e bati todo o pé de couve de uma vez, com o mínimo de água apenas para permitir que ele virasse um creme. Congelei em copinhos para café e agora uso um por suco. Não gosto da ideia de usar os copinhos de café, porque tento, de verdade, gerar o mínimo de lixo possível, mas esse creme de couve mancha as forminhas de gelo. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)