22 de setembro de 2014

Sobre sonhos grandes e sonhos pequenos :: uma safra de boa colheita



É bem verdade que a a vida da gente é cheia de fases. Quando vivemos uma fase ruim, parece que ela nunca vai passar. Quando vivemos uma boa, quase não nos damos conta disso. Acho que é assim com quase todo mundo. 

Há um ano e meio tudo estava errado comigo: a compra do meu apartamento não saía do papel e eu achei que teria que desistir; eu estava em um relacionamento que me adoeceu; meu salário não dava pra nada. Expectativa zero, perspectiva zero. 

Mas, à exemplo do que aconteceu comigo há 16 anos, quando tive depressão pós-parto e invés da entrega eu resolvi voltar a estudar, fazer outra faculdade e ocupar minha cabeça, dessa vez voltei a ter 2 empregos. Não foi exatamente uma resolução minha, o segundo emprego aconteceu de um convite, mas foi o marco para a mudança tão necessária pela qual a minha vida precisava passar. A casa mudou, as relações mudaram, o salário mudou, a vida mudou! 

Eu não credito essas mudanças na conta do segundo emprego. Acho que tudo isso tem mais a ver com o fato de ter a coragem de encarar jornada dupla, mesmo sem saber, no começo, como seria... tem a ver com o fato de acreditar que eu preciso aproveitar a minha força de trabalho enquanto posso para conquistar minha vida... e tem a ver com a chegada do limite, que para cada um é diferente, e que no meu caso, é bem elástico.

Mas eu só percebi tudo isso há uns 15 dias, quando uma amiga comentou que sempre pensa no que eu dizia a respeito da minha nova casa: que me mudaria sem móveis e sem reforma, mas que agora, olha só, minha casa está quase toda pronta! Me disse ainda que estou diariamente em suas orações. Uns dias antes, por ocasião do meu aniversário, recebi uma mensagem de uma querida que mora longe, com os votos de que "os próximos 40 anos me dessem tudo o que os primeiro 40 me negaram". 

Essas duas "conversas" mexeram tanto comigo que eu tenho acordado de forma diferente, e com pensamento constante em sonhos mais robustos, para colheitas ainda mais fartas do que esta que estou vivenciando com gratidão. Que minha casa continue próspera, que meus relacionamentos nunca mais sejam de migalhas, que a recompensa pelo meu trabalho seja sempre suficiente para prover minha vida e a do meu filho e que eu ainda possa conquistar muitas outras coisas, plantar e colher muitos outros frutos e que os meus sonhos nunca mais sejam menores do que a minha capacidade de realização e nem maiores do que o meu merecimento!

2 comentários:

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)