30 de julho de 2014

Sobre coragem, lealdade e sabedoria

"Sobre o que é a história? pergunta Hassam.
Sobre um copo mágico, responde Amir.
Fale mais dela...
É sobre um copo mágico que transforma lágrimas em pérolas. Então o seu dono chora dentro, e tem pérolas o tempo todo. No final da história, ele está sentado sobre um monte de pérolas, com a esposa morta nos braças e uma faca ensanguentada na mão.
Então ele matou a esposa?
Sim, pra chorar bastante e ficar rico.
Mas ele não podia ter apenas cortado uma cebola?"

Eu já li "O Caçador de Pipas" duas vezes, e já vi tanto o filme que perdi as contas. E cada vez que vejo novamente, a percepção muda, como acontece com a leitura de O Pequeno Príncipe. O entendimento sobre as histórias vão mudando de acordo com a maturidade que atingimos em cada época da vida.

A primeira vez que li "O Caçador de Pipas, chorei rios. Quando vejo o filme, também choro rios. O fato é que sempre é basicamente por causa do mesmo motivo: a coragem e lealdade de um menino que emociona e impressiona. 

Hoje de madrugada, revendo o filme, mais uma característica de Hassam ficou evidente: a sabedoria. Nunca tinha dado bola para a passagem que citei na abertura deste post. Esse pequeno diálogo sempre me passou batido, e agora, ele não me sai da cabeça.

O filme é antigo e esse post não é nenhuma novidade, mas a percepção que tive sobre a história é nova, então quis registrar. Tão nova pra mim que agora, só de escrever, já estou aos prantos novamente...

Lindo filme, pra sempre!

2 comentários:

  1. Também gostei do livro, mas li somente uma vez. Talvez deva retornar a ele. Beijocas, Paty.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre leio os livros que gosto muito mais de uma vez, em épocas diferentes... Invariavelmente, eles revelam detalhes antes despercebidos... Retome e verás! Já leu Pontos de Vista de um Palhaço? É a minha leitura da vez (e pela segunda vez). Denso...

      Excluir

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)