12 de maio de 2014

Os deslizes de uns que alimentam a vaidade de outros

A Revista de Jornalismo da ESPM desse bimestre traz uma matéria muito interessante sobre os escorregões ortográficos dos jornalistas. Intitulada "Imprensa ou imprença", o texto, de 4 páginas, fala de "casos de analfabetismo irreversível e ignorância como vocação que atazanam desde o foca mais inexperiente até os veteranos da pena".

O texto é muito bem escrito, mas tem um vocabulário meio cheio de vaidades. Claro, é de se esperar de alguém que esteja criticando os colegas um certo egocentrismo na escolha lexical. O que não era de se esperar, no entanto, é o erro de plural cometido à certa altura da matéria, quando seu autor fala sobre "as mídias"...
mí·di·a
(inglês media)
substantivo feminino plural
1. [Brasil] Todo o suporte de difusão de informação
(rádio, televisão, imprensa, publicação na Internet, videograma, satélite de telecomunicação, etc.)
que constitui ao mesmo tempo um meio de expressão e um intermediário 
na transmissão de uma mensagem.
2. [Brasil] Conjunto dos meios de comunicação social.
mídia impressa
• [Brasil] Jornais e revistas.
Nota: A forma média é mais comum em Portugal, usada como 
substantivo masculino plural. Do latim, medium = meios.

Imperdoável cometer esse tipo de engano em um texto que se propõe a criticar o erro dos outros.

Fora isso, vale a leitura, mas só se estiver com sobra de tempo! De fato o colega com mais de 50 anos de profissão tem razão. Vivemos tropeçando em manchetes do tipo "Provedor diz que corte não coloca em cheque qualidade do atendimento" (Correio Popular de Campinas), ou "Congreço vai começar semana com pauta trancada" (Site MS Notícias). Isso me faz lembrar a manchete do site oficial de uma cidade vizinha, que noticiava que a Secretaria de Saúde tinha conseguido vacinar 102% da população (vacinaram até quem ainda não nasceu!).

Enfim, a matéria (repito, um tanto vaidosa demais) da revista ESPM não está disponível na web, então, quem tiver interesse, terá que comprar a revista que, de acordo com informações da capa, custa R$ 16,00, com direito à leitura do pequeno deslize supra citado (recebi a minha via correio).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)