21 de novembro de 2013

Bem faz a Rita Cadillac


A discussão sobre a autorização a biografias chegou ao STF (Supremo Tribunal Federal), que abriu suas portas, hoje, dia 21 de novembro, à polêmica da autorização prévia de biografados ou de suas famílias para a publicação dessas obras.

A audiência pública reuniu argumentos para a futura decisão do Supremo sobre a ação direta de inconstitucionalidade que questiona a interpretação de artigos do Código Civil de que é necessário solicitar a autorização prévia no caso citado.

A ação, movida pela Anel (Associação Nacional dos Editores de Livros), sustenta que essa autorização prévia é incompatível com a liberdade de expressão e informação garantida pela Constituição.

Dos 17 debatedores presentes, 13 apoiaram claramente a ação da Anel e a necessidade de se mudar a interpretação sobre a chancela prévia. Todos foram ouvidos pelas ministras do Supremo Cármen Lúcia (relatora da ação) e Rosa Weber, e pelo representante da Procuradoria-Geral da República. Em nome da Academia Brasileira de Letras, a escritora Ana Maria Machado classificou de "exorbitante" a interpretação atual do Código Civil, que empurra a publicação de biografias à autorização prévia. Na avaliação da escritora, a autorização prévia "restringe a criação, compromete nossa literatura e leva ao risco de empobrecer nossa cultura brasileira". Citando biografias de personalidades como Machado de Assis, Anísio Teixeira e Assis Chateaubriand, Ana Maria Machado defendeu que as obras ampliam pontos de vista e contribuem para a formação da cultura brasileira. Concordo!

Manter a necessidade de autorização prévia pode ter impactos maiores, o que significaria abrir as portas para a instalação da censura à imprensa. Bem faz a Rita Cadillac que, em entrevista a Marília Gabriela, na noite de ontem, disse que só quer ver o conteúdo de sua biografia quando ela já estiver nas lojas.

Coraaaaaagem mulher!

2 comentários:

  1. olá estou a seguir segue o meu também!

    http://pinktreefree.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)