23 de setembro de 2013

A mulher que inventou a beleza

O título desse post também é o título de um livro que ganhei por ocasião do meu aniversário. Só comecei a ler ontem, quando terminei um outro ao qual me dedicava. Já nas primeiras páginas, "A mulher que inventou a beleza - A vida de Helena Rubinstein", a obra me surpreendeu. Não é fútil, como se pode imaginar um livro que conta a biografia de alguém se dedicou aos cosméticos. Pelo contrário, a história prende como ficção.

Além disso, já li tanto a respeito da 2ª Guerra em livros, documentos e artigos, e também já vi tanto filme sobre o assunto, que a Polônia, de onde Helena é natural (aliás, ela se chama Chaja), e onde se passa parte de sua história, me parece até bem familiar. De cara, já me ambientei nas ruas de Cracóvia.

Helena Rubinstein foi uma mulher à frente de seu tempo, que soube dizer "não" às convenções e até agora, que já cheguei na metade do livro, com uma história muito interessante, tendo papel fundamental na luta da mulher por sua emancipação. Vale a pena ler.

A mulher que inventou a beleza - A vida de Helena Rubinstein, 370 páginas, Editora Objetiva.



2 comentários:

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)