26 de junho de 2013

Repolho ornamental

Sabe aquelas coisas que a gente compra, na empolgação, e depois não sabe bem o que fazer com elas. Pois bem. Comprei 2 exemplares de repolho, cujos vendedor disse serem ornamentais, mas que podem ser comestíveis, dependendo do gosto do freguês.

Achei a hortaliça lindíssima, muito diferente, e levei uma de cada cor pra casa.



Minha amiga, tão empolgada quanto eu, também levou um de cada. Ela ainda tinha um objetivo com as plantas mas eu, sinceramente, só as achei bonitas e interessantes. Dias depois, conversando, chegamos à conclusão de que os repolhos não serviam para nada... 

"Pati, quem decora jardins com repolho?", ela me disse.

De fato, nunca vi um desses decorando jardim algum, mas em pesquisa na internet achei arranjos lindíssimos feitos com eles.



O repolho-ornamental é uma planta herbácea da espécie Brassica oleraceae, a mesma que couve, repolho, brócolis, couve-de- bruxelas e couve-flor. Ela pertence à variedade acephala, ou seja, não forma cabeça, da mesma forma que a couve-de-folhas, sua ancestral. É perene e apresenta caule curto, com folhas dispostas em roseta densa e porte baixo, de cerca de 20 a 30 cm de altura. As folhas são grandes, arredondadas, cerosas, franjadas, com margens crespas, sendo que as mais externas são de cor ver-azulada e as do centro podem ser brancas, róseas ou roxas. As flores são pequenas e amarelas, dispostas em inflorescências do tipo rácimo, terminais e eretas, e de importância ornamental secundária. O fruto é do tipo síliqua.

O repolho-ornamental é uma folhagem muito decorativa, que pode ser cultivada em vasos e jardineiras, adornando interiores bem iluminados. No jardim, forma belas bordaduras ou conjuntos com outras plantas. Seu uso, no entanto é fenomenal em maciços densos no jardim, onde sua textura diferenciada e cores reinam maravilhosas. Curiosamente, esta couve não é apropriada para preparações culinárias, por apresentar folhas demasiadamente duras. Seu uso frequente em hortas tem função mais ornamental.

Deve ser cultivado sob sol pleno ou meia-sombra, em solo bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Aprecia o frio de climas subtropicais e é resistente a geadas. É mais rústica que as couves comestíveis, não sendo exigente em fertilidade, mas se beneficia com adubações orgânicas, principalmente antes do plantio. Apesar de perene, necessita ser trocada dos canteiros em intervalos bienais ou anuais, pois perde a beleza com o tempo. Multiplica-se por sementes, postas a germinar no outono e inverno.

4 comentários:

  1. É uma linda ideia decorar o jardim com repolho! Adorei e são lindos!
    Beijos
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é?
      Não achava solução pra eles, mas estou pensando num canteiro...
      Obrigada pela visita e pelo carinhoso comentário!

      Excluir
  2. Ai Pati, não gostei muito não... só daquela da cesta de vime, que parece que o repolho está dando um acabamento para a hortinha. Fora isso, acho que tem muita cara de comida pra ficar no jardim...hihi

    ResponderExcluir
  3. Adoro repolhos ornamentais <3
    fiz um canteiro do meu jardim com eles e ficou espetacular, no inverno principalmente *-*

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)