18 de junho de 2013

Contra o mau olhado eu carrego o meu patuá


"Eu vou me banhar de manjericão
Vou sacudir a poeira do corpo batendo com a mão
E vou voltar lá pro meu congado
Pra pedir pro santo 
Pra rezar quebranto 
Cortar mau olhado"
Clara Nunes




Desde que eu era mocinha minha mãe vivia atrás da gente (de mim e das minhas irmãs) com umas canecas de mistura de água quente e sal grosso. Ela nos dava banho em dias ruins, em dias de vestibular, em dias de provação... 

Eu não entendia muito bem, mas aceitava, meninota que era.

A gente cresce e as companhias pro banho mudam (hehehe...). Além disso, adquirimos nossas próprias crenças, desprezamos algumas e reafirmamos outras aprendidas na infância. No caso dos banhos de vitalização e purificação, resolvi reafirmar, apesar de ser católica, e para isso fui pesquisar a respeito.

Descobri, então, que passei a vida tomando esses banhos da forma errada. Se minha mãe achava que era o dia, era e pronto! Agora, sei que eles tem todo um ritual, são precedidos de uma oração, que há cores de roupas mais indicadas para se usar depois deles e que o ideal, é tomar um desses banhos antes de algum tratamento espiritual, como um passe por exemplo.

No dia em que pesquisei tudo isso, estava determinada a chegar em casa e pimba: banho de caneca e sal grosso. Mas, naquele dia, não pretendia sair de casa e não tinha planos de procurar igreja para uma benção ou uma casa de orações para um passe. Assim, desisti, naquele momento.

Ontem, porém, como ia ao centro, achei a hora certa para o banho de manjericão. Depois do banho, um passe...

Como sei que muita gente faz como eu fazia, deixo o artigo que li a respeito, muito esclarecedor, por sinal.

Um "xêro" pra todos que me visitam!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)