7 de maio de 2013

No nosso acervo temos Vanzolini



Há uma semana todos os jornais noticiaram a morte de Paulo Vanzolini. Assistindo à uma dessas edições, contei pro meu pai que havia conhecido Vanzolini em um bar, semanas antes, e ele não ligou o nome à pessoa até eu explicar que se tratava do autor de "Ronda", que eu ouvi milhares de vezes quando era criança. Também contei que era autor de "Volta por cima", e meu pai não deu muita bola para minha história sobre tê-lo conhecido. Continua fã da música...

Naquela ocasião, escrevi em um post que Vanzolini havia morrido anônimo pro meu pai. 

Pois bem. Nesse fim de semana estava decidida a achar um exemplar de "Anarquistas Graças a Deus" que temos em casa, já meio receosa de que o livro tenha sido despachado em uma das faxinas da minha mãe, já que seu estado estava quase em decomposição, e minha mãe não é lá de guardar livros (uma pena, por ela...). Já li esse exemplar algumas vezes e estou com saudades de ler novamente, mas infelizmente, não o encontrei.

O que encontrei, porém, foi um vinil de 1978, de 10 polegadas, de Paulo Vanzolini, e que pertence ao meu pai (bom, agora pertence a mim). Descobri ainda outros vinis de Louis Armstrong (esse de 7 polegadas), Ray Charles, Nat King Cole e Tim Maia, todos do meu pai. Além disso, também encontrei um LP do Paul McCartney, duplo - All the best!, que ganhei no meu aniversário de 15 anos.

Enfim, fiquei feliz em saber que Vanzolini, afinal, não morreu tão anônimo assim pro meu pai.






Um comentário:

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)