29 de maio de 2013

Eu sei fazer Baliza !


Sexta-feira de manhã, logo que uma amiga me avistou na rua, chegando em sua casa, já fez sinal para que eu  estacionasse em frente à sua garagem. 

Ri do espaço, disse a ela que não conseguia fazer a baliza, coisa que eu assumo numa boa. Nunca tive problema em dizer que dirigia muito mal. Mesmo com habilitação, o carro muitas vezes ficou na garagem e eu penava nos ônibus cheios.

O medo de dirigir, e todos os outros que vem com ele (tirar e colocar o carro na garagem, fazer rampas e afins) se foram logo que eu me propus, de fato, a pegar o carro. Na verdade, eu comecei a dirigir porque fiz um acordo, uma troca, com alguém. Eu dirigia e ele parava de fumar. Cumpri minha parte. 

Passou algum tempinho e a baliza nada...

Na sexta, ela pacientemente me deu 2 dicas. Foram suficientes para que hoje, em um espacinho de nada, eu me aventurasse. Parei o carro no meio da rua, fiquei, pensei, fiquei mais um pouco, olhei pelo retrovisor pra ver se atrapalhava o trânsito... Nada... rua vazia... Achei que era a hora de tentar.

Com a maior calma do mundo, coloquei o carro na minúscula vaga, de primeira, sem manobras, e estacionei como nunca havia estacionado antes na vida!!!

Porque nunca me ensinaram??? rsrs... Obrigada, Eli!

Todo canalha é gentil



A revista Carta Capital dessa semana trouxe uma reportagem sobre a canalhice institucionalizada. A discussão versa sobre o comportamento masculino que, sob a máscara da gentileza, põe em cheque a atitude cavalheira.

"Cavalheiro ou canalha?", é o título da reportagem.

A meu ver, as duas coisas: cavalheiro e canalha. 

Calma mulherada, vou explicar!

Acho que todo canalha é cavalheiro e vice-versa. Isso porque o cavalheirismo está diretamente ligado à técnica de sedução. Tratar bem, com boa educação, com cordialidade, é obrigação de ambos os sexos, de todos os gêneros. Quando essa delicadeza é dirigida ao sexo oposto, somente, aí é canalhice. Ser bem tratada é direito e tratar bem, educação.

Mas tem as pessoas que tratam bem ambos os sexos, com toda a gentileza do planeta, e mesmo assim, são canalhas de carteirinha. Esses, infelizmente, a gente só reconhece quando lê a segunda página. A capa é dourada, perfeita... E a primeira página até engana bem, também! Mas, convive pra ver...

Então, o que sobra?

Sobram os bem educados héteros-praticantes (porque hétero não-praticante também não rola) e afins, claro.

27 de maio de 2013

Maçã da Disney

Sou fã da maçã do amor na decoração de festas. Agora essas, da Disney, dispensam comentários.

Fiquei matutando em como fazer e acho que dou bem jeito à parte vermelha. Penso que deve se mergulhar no açúcar cristal enquanto ainda o banho de chocolate estiver quente. Vou testar...

Mas, e as orelhinhas???


26 de maio de 2013

Mulher sofre...

Mulher sofre, mas sofre no salto... Olha a pequena no badalado JJ.

O povo todo babando...  :)


E diz se não vale a pena?

O Casamento da Vanessa - parte I



Minha irmã Vanessa se casou há duas semanas, mas eu não tinha tido ainda tempo de fotografar alguns mimos do casamento. Chamei o post de parte I porque em outra oportunidade vou postar outras fotos do casório, porque não as tenho agora.








 


Do casamento, depois mostro mais. Hoje, quero mostrar o presente que foi dado aos padrinhos, e que fez o maior sucesso entre os convidados.

Olha só que coisa mais linda...













23 de maio de 2013

Desapega !


O caderno de Tecnologia do jornal Folha de São Paulo de hoje trouxe a seguinte matéria: "Redes sociais tentam complicar exclusão de conta; saiba como sair delas". A razão é muito óbvia, já que o número de perfis na rede está diretamente ligado ao lucro da empresa. A matéria eu reproduzi abaixo, mas antes quero deixar o link de um artigo muito interessante sobre os efeitos da rede social na vida das pessoas (DE TODAS AS PESSOAS). 

A diferença entre a autora do artigo e todas as outras pessoas, é que ela percebeu o quão nocivo toda essa enganação de rede social pode ser. De acordo com outro estudo, as pessoas acessam suas páginas de madrugada, quando levantam para tomar água ou irem ao banheiro. Muitos iniciam seus dias com o acesso de suas contas antes de saírem para o trabalho. Acessam durante o trabalho, durante o almoço, no cinema. Difícil perceber o limite???


E a matéria...

"Primeiro você se deixa encantar por uma rede social ou serviço de web e não consegue passar um dia sem visitá-lo. Mas então o site começa a perguntar como você está se sentindo, onde está e com quem, e por que não compartilha coisas como antes.


Não demora para optar pelo melhor caminho: a separação. Mas encerrar um relacionamento com os principais serviços on-line pode ser tão difícil quanto se separar de um parceiro romântico que não acredita que tudo acabou.

E há bons motivos para isso: quanto mais usuários, mais lucro para essas empresas, que têm receitas vinculadas à venda de publicidade dirigida, baseada nos dados dos internautas.

Talvez nenhuma rede social entenda melhor isso do que o Facebook, cujo presidente-executivo, Mark Zuckerberg, anunciou, orgulhosamente, em outubro de 2012, que o site havia ultrapassado 1 bilhão de usuários ativos.

"Tudo gira em torno de usuários que criam conteúdo e curtem coisas, até que um dia uma marca percebe o fato e destina verbas publicitárias ao site. O produto deles somos nós", disse Jeremiah Owyang, analista setorial do Altimeter Group.

Mas nem todos os sites adotam uma abordagem "jamais vou permitir que você me abandone". Alexis Ohanian, cofundador do Reddit, um site social de notícias, disse que, se um usuário quisesse apagar uma conta, "o processo deveria ser tão fácil quanto o de criar uma".

"Cabe a nós criar um produto de ótima qualidade, sem reter usuários simplesmente porque é muito difícil encontrar a saída", afirmou.

E mesmo optando por dizer adeus, como em "Casablanca", vocês sempre terão Paris.

TWITTER

1. Vá ao menu "Preferências", desça até o final e clique no link de "Desativar conta" que existe no pé da página

2. O Twitter é emotivo quando chega o momento: "Isso é um adeus? Tem certeza de que não gostaria de reconsiderar? Foi algo que dissemos? Conte-nos"

3. Caso você realmente queira sair, clique no botão "Desativar" e confirme com sua senha

4. Se quiser preservar as recordações -como os tuítes que escreveu no topo da Torre Eiffel-, clique em "Solicitar seu arquivo" no mesmo menu de preferências, logo acima do link de desativação

*

LINKEDIN

1. Para cancelar a conta, faça login na página inicial e selecione a aba "Configurações", no menu que surge quando você desliza o mouse sobre seu nome de usuário, no canto superior direito da tela

2. Clique em "Conta" e em "Encerrar sua conta"

3. Por motivos de privacidade, é uma boa ideia remover todos aqueles aplicativos de terceiros associados à conta. Para fazê-lo, basta clicar em "Grupos, empresas e aplicativos", acima da caixa "Conta", clique em "Visualizar seus aplicativos", marque os aplicativos a remover e clique em "Remover"

MYSPACE

1. É fácil se você se lembrar do e-mail que usava para a conta no Myspace, e de sua senha no site. Se ainda tem essas informações, basta ir até a aba "Minhas Coisas", escolher "Conta", sob "Configurações" no menu deslizante e selecionar "Cancelar Conta", sob "Configurações de Conta e Privacidade". Você receberá um e-mail do Myspace pedindo que confirme a solicitação

2. Caso você não tenha mais acesso àquela velha conta de e-mail, o Myspace permite que você feche sua conta desde que comprove sua identidade preenchendo alguns dados em myspace.desk.com/customer/widget/emails/new

FACEBOOK

1. Faça o login em sua conta e vá a www.facebook.com/help/delete_account

2. Após marcar "Excluir minha conta", insira sua senha

3. Para excluir a conta, o Facebook requer que você explique o motivo da suspensão, como "dedico tempo demais ao Facebook" ou "não entendi direito como usar o Facebook"

4. Depois de selecionar o motivo, é preciso clicar em "confirmar", inserir de novo a senha e clicar em "desativar agora"

5. Não é surpresa que o Facebook se despeça dizendo "esperamos que volte em breve". Seus dados ficam amarzenados e periodicamente, você é convidado a retornar.

GOOGLE+

1. Faça login e clique no um Início, ao lado de um ícone de casa

2. Escolha o último item, "configurações", e desça até o final da lista, onde verá uma aba chamada "Desativar Google+", que lhe permitirá escolher entre apagar apenas conteúdo da rede Google+ ou todo o seu perfil no Google

3. É importante apontar o que deve e o que não deve ser apagado. Círculos, posts e comentários desaparecerão. As fotos não serão apagadas; é preciso removê-las por meio do Picasa Web Albums

4. Para ocultar apenas elementos do perfil, vá à seção "sobre"

Salário + Vale-transporte :: Vem pra Terra você também, vem!

Lendo a matéria sobre a presença de extraterrestres na Terra, a qual publico parcialmente abaixo, fiquei pensando em duas coisas:

Uma delas é que a notícia é totalmente verdadeira. Eu mesmo conheço uns exemplares que só podem ser de outro planeta!!!

A outra é que os caras fazem uma viagem intergaláctica e vem pra Terra pra serem funcionários públicos? É... não tá fácil pra ninguém!

“Há ETs vivos na Terra neste momento, e pelo menos dois deles provavelmente trabalham com o governo dos Estados Unidos.” A declaração do ex-ministro da Defesa do Canadá, Paul Hellyer, 89 anos, foi feita durante uma audiência pública sobre a existência de vida extraterrestre realizada em Washington, D.C. Diversos ex-senadores e membros da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos ouviram depoimentos de especialistas e testemunhas entre os dias 29 de abril e 3 de maio.

O ex-ministro da Defesa canadense afirmou ainda que investigações apontaram a existência de "pelo menos quatro espécies (extraterrestres) que têm visitado a Terra há milhares de anos" - com o que ele concorda."

22 de maio de 2013

Tecido adesivo :: é legal e vende no Brasil


Tem um monte de coisa legal na internet que, quando a gente entra no site, não vende no Brasil. Aí, comprar, esperar chegar, pagar frete e ainda correr o risco de não receber o produto desanima.

Mas o tecido adesivo, que entrou no mercado em 2009 e que, confesso, não conhecia, vende no Brasil. O FLOK, como é chamado, é uma solução moderna e inovadora que adere ao conceito do "faça você mesmo". A idéia principal é desenvolver tecidos de bom gosto e que se adaptam aos projetos mais bacanas!

Ele é impermeável, autocolante e adere em qualquer superfície lisa. Pode ser aplicado em parede, madeira, cerâmica, gesso, lata, vidro, borracha e até mesmo em tecido. A manutenção é simples: utilizar pano úmido e sabão neutro.


Vende em pedacinhos ou em bobinas inteiras, de acordo com a necessidade do projeto. No site, tem um mapa do Brasil onde pode se consultar, por Estado, os locais de venda. Em São Paulo tem um monte de lugares que comercializam o produto, e nos outros estados também tem opções.

Achei muito legal!!

20 de maio de 2013

Hoje "tô" prendadinha...

Pela manhã, em gratidão à amiga Emilia, que fez referência ao meu blog em sua página no Facebook, postei uma dica bem facinha de como ajeitar a decoração de um jantarzinho especial de maneira barata e simples, mas com um efeito bem legal. 

Acho que a postagem me inspirou a ficar toda prendada, e me lembrei de dicas de cozinha que são muito úteis, mas que não servem pra um jantarzinho tão especial assim. Meninas, pra esse tipo de jantar, vale um esforço, né? hehehe...

As dicas desse post valem pra deixar pizza e arroz de ontem, com cara de hoje.


1º - Esquentando o arroz:

Sobra de arroz fica dura, grudada, e difícil de esquentar. Se colocada no microondas, com uma pedrinha de gelo ao centro, o arroz fica novinho, novinho. Então é assim: para cada xícara de arroz, coloque uma pedrinha de gelo ao centro do refratário e leve ao microondas (vasinha tampada!!) por 4 minutos, aproximadamente. Espere 2 minutos para servir. Fica novinho, novinho...

Não tem microondas? Sem problema. Se colocar o arroz em um escorredor de legumes ou de macarrão, duro mesmo, em pedaços, e levar ao vapor, ele fica novinho... É só ferver água em uma panela cuja boca acomode o escorredor com o arroz, e o vapor que sobe vai esquentar tudo direitinho.


2º - Esquentando a pizza:

Todo mundo sabe que pizza de ontem é mais gostosa. Eu, por exemplo, prefiro inclusive fria. Mas como gosto é bem pessoal, vou ensinar como esquentar a pizza (inclusive a congelada) e fazer com que ela fique com carinha de QUASE recém saída do forno... 

Aqueça a frigideira e coloque o pedaço de pizza. Borrife um pouco de água (eu costumo colocar de 2 a e colheres de sopa, de água, em volta do pedaço) e cubra com uma tampa adequada, de modo que o calor, ou o vapor,  não escape pelas laterias. Prontinho: depois que a água secar, a pizza estará quentinha e com a massa crocante.

O livro desse fim de semana :: Ressurreição

Toda sexta-feira eu procuro comprar um livro. Não é sempre que dá, mas tento fazer disso um hábito. Talvez, por sua densidade, não seja a obra mais indicada para essa fase da minha vida, que é de total preenchimento e dias bons, mas a vontade de reler Tolstói me levou a escolher "Ressurreição", dessa vez.

Pensei nisso na livraria, e mesmo assim, resolvi comprar. Não foi exatamente o livro do fim de semana, porque não consegui chegar nem na metade, como costumo fazer, mas do que já li, pude perceber que,  afinal, a escolha não foi tão densa assim. Diferente de Anna Kariênina cujo formato trazia frases longas e linguagem rebuscada, Ressurreição deixa o requinte de lado e é enérgico, vai direto ao ponto, sem cuidados retóricos, com uma linguagem até certo ponto popular e informal, tudo isso no contexto social e político de 1887, início da obra.

Apegada ao livro, pretendo tirar o atraso durante a semana...


Inspirando as amigas

Como todo mundo já sabe, não tenho Facebook. Mesmo assim, não fiquei sem saber do carinho postado pela minha amiga Emilia, em sua página. Recebi, de uma outra amiga, por e-mail, o print do post em que Emilia agradece pela inspiração que resultou no que ela aprontou na foto aí abaixo... Achei fofo!!!


Tão fofo que me inspirou a postar mais uma dicazinha, pra jantar. Faz um tempão que compilei várias fotos ilustrando decorações simples, feitas com velas. Sei que decorar com velas é meio batido, mas também é inegável que essa luzinha deixa tudo muito mais charmoso.

Sendo assim, além das fotos já publicadas no post que citei, vou deixar uma ideia que vi no blog da Lucia, e que experimentei fazer. Minha máquina fotográfica está quebrada, então não consegui fotografar o meu, mas deixo a imagem do dela. Ela usou açúcar cristal. Eu, como não tinha açúcar, usei sal grosso, e fiz o arranjo em uma taça de água, que é grande e acomoda bem. 

Só uma dica: se alguém se inspirar e usar sal grosso também, depois do jantar (ou quando der... hehehe), retire as pérolas e lave, porque o sal descasca o esmalte das contas.


Simples, lindo e muito baratinho... Fez o maior sucesso...  :)


16 de maio de 2013

CSI Morros do Brasil

'Ladrão exibido' é preso após postar fotos na praia em rede social. Esse é o título da  notícia publicada no site globo.com, hoje. 

Isso me faz pensar duas coisas:

1º - Facebook, só pra manter o costume, como depósito de lixo...

2º - A polícia prendeu o cara por causa da foto na rede social? O banco de dados da polícia brasileira é o Facebook! Pasmem...

É isso aí, Brasilzão véi de guerra...

15 de maio de 2013

Hoje tem "saiaço" na USP

Estudantes de 5 campi da Universidade de São Paulo estão se organizando para promover um "saiaço", às 18 horas de hoje. A ação é, primeiramente, em solidariedade ao aluno Vitor Pereira, que sofreu ofensas por ter ido de saia à aula do curso de Têxtil & Moda, que frequenta na universidade.


Ao perceber que o manifesto estava crescendo, Vitor ganhou apoio do colega Augusto Paz, lado direito, na foto.

Eu particularmente gosto. Prefiro um homem de saia à um homem de sunga, inclusive. E parabenizo a iniciativa, tanto dos meninos, quanto dos colegas, que não se mostraram ativistas de sofá e vão pôr pernas de fora hoje.

Vestimenta tipicamente feminina? E daí? Pode deixar de ser, assim como o cabelo comprido e os brincos também deixaram, há décadas. Ah, e só pra constar: alguém fica chocado com uma menina de gravata?

Ô gentinha...

13 de maio de 2013

Sem comentários


Agora, olha só a fachada do cara que não quer vender sua marca pra gente feia...


Valores deturpados, corrompidos, assim como sua visão do que é belo... Mas isso não vem ao caso. Sua estratégia soa pior do que a Cláudia Leitte dizendo que adora gays, mas prefere que seu filho seja "normal". Que nojo dessa gentinha!

Pra hoje !

"A dúvida é o princípio da sabedoria" (Aristóteles), e da justiça (complementando).

9 de maio de 2013

O Muro

Uma amiga me emprestou um livro muito interessante, por saber que gosto dos assuntos relacionados à guerra.

Trata-se de "O Muro: crescendo atrás da cortina de ferro", que conta a história da infância de um menino - Peter Sís, inclusive autor da obra - que cresceu cercado de proibições e regras políticas. Unindo memória e fatos reais, traço e texto, ele conta a sua história desde a infância até a adolescência, quando as novidades do oeste aos poucos burlam a censura para entrar na Tchecoslováquia, e as barreiras começam a cair.

Sís e seus amigos descobrem a calça jeans, a coca-cola, a poesia, e os Beatles, o que significava o mundo livre.

O livro é curtinho e muitíssimo ilustrado. Aliás, são as ilustrações e seu formato o que realmente chamam a atenção nessa obra.

Muito legal!





7 de maio de 2013

Não tá fácil pra ninguém


né?!

A cigana leu o meu destino...

Não sou adepta às cartomantes, jogos de adivinhações, simpatias e afins. Respeito, não tenho nada contra, mas não sei, não pratico. Faço promessas, e as cumpro, mas isso está mais ligado à fé, creio...

De qualquer forma, quem nunca dá uma espiada no que o horóscopo diz? rsrsrs...

Visitando um site, tinha lá na página inicial o serviço de horóscopo e o de tarôt, que consiste em escolher uma carta apenas, para o conselho do dia, e não aquele jogo tradicional onde as cartas ocupam casas certas e eu não sei como funciona direito.

Pois bem... Preenchi meu nome, data de nascimento, embaralhei as cartas como o serviço pediu, e escolhi uma.

Olha aí que beleza! rsrsrs... Não vai mudar minha vida, mas que dá uma animada, isso dá! rsrsrs...


"ABRINDO-SE A NOVAS OPORTUNIDADES

O 7 de Ouros emerge do Tarot como arcano de aconselhamento para você neste momento, Patricia, sugerindo que você reconheça que a vida é muito mais ampla do que muitas vezes percebemos. Nos limitamos indevidamente, achando que nossas opções são restritas, quando estamos redondamente enganados, ignorando a extensão de nossas reais possibilidades. Não nos damos conta de que há tantas opções muito melhores ao redor do que aquilo que nos afeta. Procure olhar com mais atenção ao seu redor e você enxergará possibilidades e portas que não havia reparado antes.

Conselho: Olhar pro lado é descobrir o ouro oculto!"



... e o realejo diz
que eu serei feliz!
Sempre feliz!

No nosso acervo temos Vanzolini



Há uma semana todos os jornais noticiaram a morte de Paulo Vanzolini. Assistindo à uma dessas edições, contei pro meu pai que havia conhecido Vanzolini em um bar, semanas antes, e ele não ligou o nome à pessoa até eu explicar que se tratava do autor de "Ronda", que eu ouvi milhares de vezes quando era criança. Também contei que era autor de "Volta por cima", e meu pai não deu muita bola para minha história sobre tê-lo conhecido. Continua fã da música...

Naquela ocasião, escrevi em um post que Vanzolini havia morrido anônimo pro meu pai. 

Pois bem. Nesse fim de semana estava decidida a achar um exemplar de "Anarquistas Graças a Deus" que temos em casa, já meio receosa de que o livro tenha sido despachado em uma das faxinas da minha mãe, já que seu estado estava quase em decomposição, e minha mãe não é lá de guardar livros (uma pena, por ela...). Já li esse exemplar algumas vezes e estou com saudades de ler novamente, mas infelizmente, não o encontrei.

O que encontrei, porém, foi um vinil de 1978, de 10 polegadas, de Paulo Vanzolini, e que pertence ao meu pai (bom, agora pertence a mim). Descobri ainda outros vinis de Louis Armstrong (esse de 7 polegadas), Ray Charles, Nat King Cole e Tim Maia, todos do meu pai. Além disso, também encontrei um LP do Paul McCartney, duplo - All the best!, que ganhei no meu aniversário de 15 anos.

Enfim, fiquei feliz em saber que Vanzolini, afinal, não morreu tão anônimo assim pro meu pai.






6 de maio de 2013

Uma palavra sobre estatísticas

Em cada 100 pessoas:

Aquelas que sempre sabem mais: 52

Inseguras de cada passo: quase todo o resto

Prontas a ajudar, desde que não demora muito: 49

Sempre boas, porque não podem ser de outra maneira: 4, bem, talvez 5

Capazes de admirar sem invejar: 18

Levadas ao erro pela juventude (que passa): 60, mais ou menos

Aqueles com quem é com não se meter: 44

Vivem com medo constante de alguma coisa ou de alguém: 67

Capazes de felicidade: 20 e alguns, no máximo

Inofensivos sozinhos, selvagens em multidões: mais da metade, por certo

Cruéis, quando forçados pelas circunstâncias: é melhor não saber nem aproximadamente

Peritos em prever: não muito mais que os peritos em adivinhar. Tiram da vida nada além de coisas: 30 (mas eu gostaria de estar errado)

Dobradas de dor, sem uma lanterna na escuridão: 83, mais cedo ou mais tarde

Aqueles que são justos: 35

Mas se for difícil de entender: 3

Dignos de simpatia: 99

Mortais: 100 em 100 - um número que não tem variado

Wislawa Szynsborsk

O poder da palavra


O melhor presente de aniversário que já ganhei foi uma mensagem no celular, recebida às 00h30 do dia 28 de agosto do ano passado.

Da mesma pessoa, ouvi as piores palavras que alguém pode falar a quem quer que seja. 

É impressionante como uma mesma pessoa pode guardar um vocabulário tão extremo em seu repertório, a ponto de selecionar um conteúdo lexical que ora cura, ora faz adoecer.

Difícil entender certos mistérios...

4 de maio de 2013

Fui dar uns esbordeios na Pompeia :: Show do Língua de Trapo

Em 1994, ou 95, talvez, conheci o "Língua de Trapo" em um luau no campus da Universidade Federal de São Carlos. Fiquei muito interessada e há algum tempo vinha "caçando" um show deles porque, quase 20 anos depois, acho que veria com olhos diferentes, já que já ouço com ouvidos diferentes dos que ouvi na primeira vez (e gostei!).

Pois bem! Eis que pude ver, no Sesc Pompeia, essa semana...

Veria novamente...  e pra quem não conhece, o título do post é uma alusão à Tragédia Afrodisíaca ;)


2 de maio de 2013

Metrô, linha 743

“Não é sinal de saúde estar bem ajustado a uma sociedade profundamente doente” Jiddu Krishnamurti


Esse vídeo tem quase 15 minutos, e o que me chamou a atenção nele inteiro foram os termos que a moça usou. Talvez seja uma atriz, mas o fato é que ela me parece bem inteligente. Fala sobre associação livre; sobre kardecistas; aos 10 minutos e 22 segundos fala até sobre o que ela chamou de teoria do choque, quando defende que é fácil "colocar no dos outros sem olhar a si próprio". É a lucidez dos loucos ou a loucura dos lúcidos?

Quem não surta de vez em quando? Ela deve ter tido um dia daqueles!

Mas o que mais me impressionou mesmo, foi que vendem frango à passarinho nos trens do Rio de Janeiro.

Acordando do pesadelo


A gente vê o cara reluzente e acha que ele é seu número. Mas aí, de perto, aquela armadura do cavaleiro brilhante era só um idiota irresponsável e moleque embrulhado em papel alumínio.

Acontece... Mesmo os melhores sonhos podem se tornar terríveis e INJUSTOS pesadelos. A parte boa é que ninguém dorme pra sempre. Bom,... tem gente que dorme, sim...