29 de abril de 2013

Vantagens e desvantagens de ser mulher


Estou eu toda pimpona na avenida do Estado - pra quem não conhece, é uma das vias mais congestionadas de São Paulo. Com ela, não tem negociação: é intransitável de manhã, é intransitável à tarde, e às vezes, a noite a coisa também não melhora muito.

Pois bem... Estava eu lá e meu carro simplesmente parou de funcionar. 

A parte boa de ser mulher:

Imediatamente vários voluntários encostaram no carro e ofereceram ajuda. Empurraram, nada de pegar no tranco. Então, mais generosos ainda, levaram o carro até o posto mais próximo. Isso significava atravessar as 3 pistas da Avenida, já que eu estava na da esquerda, e ainda empurrar mais uns bons metros. Tudo isso debaixo de um sol de fazer caspa virar mandiopan.

Agora, a parte ruim:

Logo veio o mecânico com a história da rebimboca da parafuseta. Só pra olhar o carro, o cara já me cobrou 50! Aí, dois minutos depois, veio o diagnóstico: é a bomba de gasolina. Se era a bomba mesmo, eu não sei, mas que escolha eu tinha? Morri com R$ 280,00 e meia hora depois estava de novo na avenida congestionada.

Vai saber, né?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)