11 de abril de 2013

Gente mimada que, infelizmente, Marco Feliciano representa

Ai gente, "num guento" esse povinho com a campanha "Sou fulano e Marco Feliciano não me representa". 

Clique na imagem para ampliá-la
Em primeiro lugar, quero deixar claro que NÃO concordo com o Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos, que NÃO comungo de suas opiniões, que NÃO votei nele, e que, sobretudo, NÃO escrevo esse post para defendê-lo, em hipótese alguma.

Só acho que a campanha é coisa de gente que quer chamar a atenção, não tem embasamento democrático. Coisa de gentinha que quer parecer "ligada" e "politizada", abraçando, como é de se esperar de gente assim, a causa por modinha.

Pura tolice. Todo mundo sabe que um prefeito é prefeito de quem vota e de quem não vota nele. Que um presidente é presidente de quem vota e de quem não vota nele. Que quando alguém fala em nome da sua cidade, fala também por você, representa você, que mora nela, tendo você votado no cidadão em questão ou não. É a mesma coisa pelo país, pelo senado, pela câmara de vereadores, pela assembléia legislativa, pela associação do seu bairro ou pelo seu condomínio de 20 apartamentos. O representante, ELEITO DEMOCRATICAMENTE, representa a todos, quer você queria ou não.

Portanto, infelizmente, esse sujeito representa sim, a todos nós. Além disso, o cara não está lá à toa. Antes de ser o presidente da Comissão, ele teve de ser eleito deputado. Representa, diretamente, 212 mil pessoas que nele votaram, e indiretamente, todos os outros que não votaram, inclusive o fulano da campanha. A grosso modo, penso que é uma campanha certa com o mote errado.

Então, moçada, já deu né? Que tal uma campanha mais consistente? Sai da modinha... Isso é cafona!

3 comentários:

  1. Isso mesmo.
    Essa coisa de "ele não me representa" é quase que "lavar as mãos". Tipo, não votei nele, não tenho nada com isso. Como você disse, ele representa. Se gosto dele ou não é outra conversa.
    Maurício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Maurício.
      Campanha certa, com o mote errado.
      E o povo vai no embalo...
      Triste...
      :)

      Excluir
  2. Ah, mas ele representa os eleitores dele. Em sessão, um outro deputado perguntou para as tietes depois de uma "pérola" (que era OFENSIVO contra boa parte dos próprios eleitores dele), e eles aplaudiram o Feliciano que tava insultando eles (não perceberam), e vaiaram o deputado porque não entenderam que o outro deputado estava DEFENDENDO eles.

    E eu votei no OUTRO deputado. Aliás, eu vigio meu empregado, não anulo voto, e quando o meu candidato não é eleito, escolho outro pra "Cristo" pra encher o saco, cobrar serviço, etc.

    Mas sou minoria... talvez por isso tanta gente que tenta "abrir meu próprio negócio" só consiga falir...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)