19 de março de 2013

Redação pronta em três minutos, igualzinho ao miojo :: Desconstruindo o mito de que no Brasil, tudo acaba em pizza

Tem muita gente indignada com as notas máximas atribuídas às redações aplicadas no Enem, cujos textos trazem erros como "trousse" e "enchergar". Eu também fico, claro, mas creio que esses erros são decorrentes de um sistema de educação onde as falhas são notórias e de conhecimento de todos, inclusive e principalmente, dos órgãos competentes. Sendo assim, essa culpa tem que ser dividida entre alunos, e professores, com grande parte computada às delegacias de ensino e secretarias e, creditadas, em sua maior parte, ao ministério da Educação, por comungar de um sistema de ensino falido.

Partindo de outro princípio, o de que o Enem já virou motivo de piada há muito tempo, não era de se esperar menos de todo o processo. O negócio é motivo de crítica desde a sua aplicação até a sua correção.

Talvez essa falta de credibilidade é que tenha motivado o aluno da redação abaixo a mostrar seus dotes culinários em sua redação sobre o processo imigratório no Brasil. Nem sei o que pensar. Logo de cara, achei absurdo e desrespeitoso, por parte do estudante, inclusive com os outros alunos. Mas, pensando bem, e depois de saber que mesmo com esse deboche explícito o aluno não teve sua redação anulada, e ainda conseguiu mais da metade da nota máxima prevista, acho que quem não respeita nem os alunos, e nem o país, é o MEC.


Ele resolveu descrever como preparar um miojo no meio da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2012, e recebeu 560 pontos - a nota máxima é 1.000. A informação é do jornal "O Globo".

Após passar a receita, o estudante voltou a escrever sobre a imigração. Segundo o jornal, o candidato recebeu 120 pontos (de um total de 200) na competência 2 da correção, que avalia a compreensão da proposta da redação e a aplicação de conhecimentos para o desenvolvimento do tema. Já na competência 3, que avalia a coerência dos argumentos, o candidato recebeu metade dos pontos possíveis - 100 de 200. O candidato escreveu dois parágrafos sobre o tema proposto e depois dedicou um parágrafo inteiro ao preparo do macarrão instantâneo.  "Para não ficar muito cansativo, vou agora ensinar a fazer um belo miojo, ferva trezentos ml's de água em uma panela, quando estiver fervendo, coloque o miojo, espere cozinhar por três minutos, retire o miojo do fogão, misture bem e sirva".


????????????????

Agora vem a melhor parte:

Em nota enviada ao jornal "O Globo", o MEC afirmou que "a presença de uma receita no texto do participante foi detectada pelos corretores e considerada inoportuna e inadequada, provocando forte penalização especialmente nas competências 3 e 4". O órgão disse entender que o aluno não fugiu do tema nem teve a intenção de anular a redação, pois não feriu os direitos humanos e não usou palavras ofensivas.

Ahhhhhhh, então tá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)