7 de janeiro de 2013

Só na ressaca o homem é perfeito

O texto abaixo não é meu, infelizmente. Ele foi escrito por Xico Sá, no dia 2 de janeiro, para a Folha de São Paulo. Ao ler, achei graça, e pensei se o Rei Roberto Carlos não estaria de ressaca ao compor "Esse cara sou eu", que vem infernizando nossos ouvidos nas últimas semanas rsrsrs...

E Xico, só pra constar: ressaca de homem que conheço não é assim não!!!... É na base do sono e do humor prejudicado... hehehe   :(   Que homem recita Vinícius, nem que seja um verso só, ao pé do ouvido de uma mulher, de ressaca? kkkk

Mas vamos lá. Vale pela gracinha...


"Reflito aqui com Miss Soledad, primeiro dia do ano, na margem esquerda do Capibaribe: o homem só é bom por inteiro quando está de ressaca.

Como é virtuoso o homem de ressaca. Se não bebe, vale a ressaca moral, naturalmente.

Ao amigo que emenda uma bebedeira na outra de modo a não conhecer mais esse estado de espírito, recomendo: vale a pena dar uma chance a uma ressaquinha felina.

Na ressaca, o homem tem alma de gato; no restante da vida, o homem repete o cachorro.

O primeiro pensamento no homem de ressaca solteiro é casar-se, ter filho, uma vida regrada, amar a Deus sobre todas as coisas, cumprir os dez mandamentos.

Sim, ao acordar naquela manhã de sonhos intranquilos, amigo Otto, o mais vagabundo e vira-lata dos homens pensa em véus e grinaldas.

O homem de ressaca está sempre em um altar imaginário à espera da noiva.

Se for casado, o homem de ressaca põe na ponta do lápis os planos para o ano novo.

E promete. Como promete um ressacado. Promete mais do que todos os prefeitos assumidos neste primeiro de janeiro.

O homem sob o sol da ressaca é de uma dignidade estupenda. Imaculado, fiel, ético, extremamente confiável nesta real grandeza da hora.

Impecável. O homem diante do chá de boldo de todas as regenerações morais deste início do ano da graça de 2013.

Carinhoso. Ninguém é mais carinhoso com a mulher do que o homem de ressaca. Só não leva café na cama por estar sem condições físicas para o ato, mas pede os melhores pratos em domicílio.

Neste instante da comida, ele faz, inclusive, mais uma promessa: este ano será mais do cinema de mãos dadas e cada vez menos do boteco.

Mesmo em câmera lenta, como é bom de cama o homem hepaticamente fragilizado. Aliás, amigos, deixo uma interrogação das mais sérias: por que ficamos tão tarados em dias de ressaca? É uma paudurescência infindável –mesmo sabendo que a ressaca, depois dos 40, é uma doença, uma dengue existencialista.

Recapitulando: o homem de ressaca é perfeito. Não mente, não pula a cerca, é carinhoso e tântrico.

Só na ressaca existe o homem. É neste estadão das coisas que a sua bondade se revela".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)