31 de dezembro de 2013

Sobre mim

No último dia do ano a gente tende a fazer as famosas e deprimentes retrospectivas, agradecer, prometer, e todo aquele lenga-lenga do dia 31. Não tenho do que reclamar desse ano, apesar de ter tido um começo turbulento e muito, muito triste, vi que nada dura para sempre, nem a tristeza!! Oba!!


Sendo assim, hoje pensei em como o ano está acabando bem; em como a gente tem sorte em ter amigos; em como as amizades sinceras não acabam, apesar dos pesares; em como Deus é extremamente generoso comigo e em como eu tenho esperança de que 2014 seja ainda melhor, para mim e para os meus amados.

E já que meu 2013, apesar de estar acabando bem, não teve um início maravilhoso, que me rendeu uma mágoa profunda, resolvi não fazer uma retrospectiva dele e sim, uma minha, interna, pessoal...

Fiz uma lista de coisas sobre mim. Coisas que fizeram parte da minha história e que construíram o que eu sou, com todos os defeitos e qualidades que eu tenho!



1. Já fiz xixi na calça com medo da loira do banheiro.

2. Já entrei debaixo de um caminhão, de bicicleta, e saí com os dedões dos pés sem as unhas.

3. Um "amigo" já invadiu o banheiro feminino de uma festa só pra me beijar.

4. Tenho joanetes nos pés.

5. Babo dormindo. As vezes até acordada.

6. Gosto sinceramente de ajudar as pessoas.

7. Tenho medo de baratas.

8. Amo dormir de conchinha.

9. Sou fã do Sidney Magal.

10. Já fui ao show do Latino (mas isso tem uma explicação razoável, garanto!!!)

11. Roubaram todas as minhas calcinhas na noite do meu casamento.

12. Tenho os dedos das mãos tortinhos.

13. Viajar de avião me dá dor de ouvido.

14. Gosto de comer folhas de alface de madrugada.

15. Já li mais de 150 livros.

16. Não tomo anticoncepcional porque me dá dor de cabeça.

17. O Hino Nacional me emociona.

18. Choro em missa.

19. Tenho uma coleção de imagens de São Francisco de Assis.

20. Não uso lingerie colorida.

21. Só dirigi depois de firmar um acordo, e eu dirigir era a minha parte nesse acordo.

22. Tenho TPM.

23. Quando entrei na faculdade, eu era a única virgem entre tooooodas as minhas amigas.

24. Já morei em república.

25. Já roubei um rodo.

26. Gosto de miojo com caldo.

27. Sei fazer panquecas perfeitas.

28. Gosto de móveis antigos.

29. O formato do meu crânio é meio torto, mas o cabelo esconde.

30. Tenho 9 tatuagens.

31. Gosto do Ney Matogrosso e da Baby Consuelo (que é Baby do Brasil agora).

32. Já deixei o registro da banheira do motel aberta, e inundamos o quarto.

33. Sempre me perco quando uso o GPS.

34. Não tenho Facebook.

35. Tenho cálculo renal.

36. Já tive depressão.

37. Amo minhas mãos.

38. Sou meio surdinha de um ouvido. E fico mais surda se uso óculos escuros.

39. Gosto de sanfona.

40. Gosto de "The Doors", do ABBA e de "The Platters".

41. Já peguei no berrante do Sérgio Reis.

42. Quando eu era criança, tive piolho umas 20 vezes.

43. Meu filho nasceu de parto normal.

44. Tenho olheiras, em muitos dias.

45. Gosto de gastronomia.

46. Não gosto que deitem na minha cama, a não ser que eu convide.

47. Os melhores shows que já vi foram do Herbie Hancock e Alceu Valença.

48. Já cantei com Beto Guedes e Sá e Guarabyra no Diretório Acadêmico da Unesp de Rio Claro.

49. Tenho compulsão por sapatos.

50. Adoro tecido xadrez.

51. Sou bem humorada.

52. Já ganhei serenata.

53. Assisti Belchior e Moraes Moreira sentada na primeira fila.

54. Pode parecer tradicional, mas gosto do Channel 5.

55. Prefiro o inverno.

56. Gosto de chuva.

57. Acredito em promessas.

58. Acredito em Deus.

29 de dezembro de 2013

Cinquentenárias :: Presentes bom de se ganhar

No natal, minha tia viu as garrafinhas de licor que fiz para presentear alguns amigos e também experimentou o que fiz para a noite, quando usei uma garrafa que minha mãe me deu há algum tempo. Essa garrafa tem muito valor para mim, já que foi um presente de casamento para os meus pais, há 40 anos. 

Conversando sobre as garrafinhas, minha tia disse que me daria umas que estavam em sua casa, que eram da minha avó. Amei a notícia e quando recebi o presente, amei as garrafas.

Elas tem entre 40 e 50 anos e eu estou apaixonada pelos mimos!


27 de dezembro de 2013

E por falar em mimos feitos em casa...

Postei um pouquinho antes do natal, umas garrafinhas de licor feito por mim, para dar de presente aos meus queridos. Adorei presentear com algo feito por mim. E também ganhei presente feito em casa, pela minha amiga Erika Porto, do Ateliê Etc & Tal, que é um capricho que só vendo, no artesanato. Olha só que legal os kitezinhos de manicure que ela costurou, perfumou e abasteceu com utensílios para tratamento das unhas.

Além de muito bem feito, vem com um cheirinho delicioso... Adorei.





  

26 de dezembro de 2013

Preguiça de gente miúda

"Quando eu durmo de pé sujo
é um sono só..."
Dorival Caymmi


Soninho bom de velar... Pena ter sido com o pé nesse estado, na minha cama tão branquinha!  :)

Meus arranjos de natal :: Soluções bonitas e baratas

Esse ano fui eu quem fez os arranjos da mesa da nossa ceia de natal. Como curti a data um pouco mais do que curtia em anos anteriores, me animei e produzi uns mimos para esperar Papai Noel. Curti, e vim compartilhar... 


Na maioria dos arranjos, usei o que tinha em casa: taças, de vidro mesmo; contas de pérolas, para bordar; sal grosso e fitas. Comprei as velas e alguns enfeites para concluir o projeto. Ficou assim:














 

23 de dezembro de 2013

Presentinhos artesanais :: Garrafinhas de licor

Como sempre costumo fazer, meus presentes de natal já estão comprados e embalados há algumas semanas. Gosto de comprar antes, porque assim tenho a oportunidade de realmente escolher o que quero dar, o que não acontece quando deixamos as compras para o último momento.

Mas, além de comprar tudo antes, esse ano resolvi fazer em casa uns mimos para algumas pessoas, porque é muito gostoso presentear com algo que a gente mesmo faz. Trata-se de garrafinhas de licor caseiro que, segundo o meu pai, ficou forte à beça (rsrsrs...), mas que mesmo assim eu adorei fazer. Adorei desde a escolha e preparação das garrafas até a montagem da embalagem. Olha só como ficaram...


A princípio eram 5, viraram 7, depois 9... E agora perdi a conta de quantas fiz. Gostei tanto da experiência que ano que vem já sei o que farei... :) 

Mas ainda estamos em 2013 e falando em licores. Para as garrafinhas, fiz duas receitas diferentes, que se assemelham muito, em sabor, como o Amarula e o Bailey's. As receitas estão ao final do post.







Para o "Amarula", cozinhei uma leta de leite condensado por 20 minutos. Depois bati por muito tempo esse doce de leite com a mesma medida de whisky (na receita original vai vodka, mas eu substitui por conta), 2 colheres de chocolate em pó (usei o do padre, por ser amargo), 1 colher de essência de baunilha. Quando estava bem cremoso, acrescentei uma lata de creme de leite, apenas pulsando no liquidificador, até misturar. 

O "Bailey´s" tem preparo mais simples: é só bater no liquidificador uma lata de leito condensado, a mesma medida de whisky (nessa é whisky mesmo), 2 colheres de chocolate em pó e 1 colher de café em pó solúvel. Como achei o gosto muito forte, acrescentei, por minha conta também, uma lata de creme de leite, e gostei bastante do resultado. O gosto do café, apesar de sutil, faz bastante diferença.

Ambos, servidos gelados, ficam mais gostosos. Também vale lembrar que as garrafinhas foram escaldadas com água fervendo e o conteúdo foi engarrafado quando elas estavam totalmente secas.

19 de dezembro de 2013

Fios saudáveis, tratamento adequado

Às vezes, posto o resultado de algum tratamento feito com produtos que realmente funcionam, como foi o caso do anti-sinais Cicatricure, uns dias atrás. O post não pretende ser promocional, mas acho que falar sobre o que cumpre ao que se propõe é legal, já que existe um monte de promessas no mercado que não servem para nada. 

Dessa vez, quem cumpriu o objetivo foi a L´Oréal, com um produto relativamente novo da linha Elseve. Trata-se do "óleo Extraordinário", que além de leve, não enseba o cabelo. Infelizmente não tenho a foto de como os fios do meu cabelo estavam antes, mas pela atual, dá pra ver a hidratação que o óleo proporciona.


Nunca usei nos cabelos secos, como finalizador ou redutor de volume, como uma das indicações da embalagem. A outra indicação, é usá-lo no banho, como eu faço. Em um mês, meu cabelo mudou muito, e dá pra perceber tanto no toque quanto visivelmente.

Além disso, não é baratíssimo (custa em média R$ 30,00), mas também não custa a fortuna que os tratamentos cosméticos costumam custar. Olha o resultado!

 




18 de dezembro de 2013

Obrigada Papai Noel :: O melhor presente do mundo

Já ganhei muitos "melhores presentes do mundo". Passei no vestibular em faculdade pública, recebi meu diploma, meu filho nasceu, venci o medo de dirigir (se bem que isso é fruto de um acordo  - um dirigia, o outro parava de fumar! rsrsrs... mas o que importa é que venci o medo), e poderia elencar mais um tanto de bons presentes...

Ontem ganhei mais um, desses de tirar o fôlego! Agora, de fato, eu tenho casinha!!! rsrsrs...

Obrigada Papai Noel, e um agradecimento especial à minha prima Andréa, que fez muito por mim esse ano! O que mais eu posso pedir ao Bom Velhinho, além de saúde e felicidade aos que eu amo?


17 de dezembro de 2013

Um dia de doação

Há muitos anos eu iniciei a participação voluntária em um projeto social, fazendo pintura facial no rosto de crianças de áreas carentes da minha cidade. Fiz isso por muito tempo mas tem uns 2 anos que deixei de participar. 

Esse ano voltei, em uma festa ligada à Pastoral da Criança, numa cidade próxima à minha. Não me lembrava mais de como elas reagiam à isso. Não falo da reação à pintura, que é só um mimo, mas da reação ao carinho, ao contato, ao olhar. É impressionante como elas querem tocar, conversar, e extrair da gente toda a atenção que pudermos ofertar.

Minha pintura não é profissional, e nem é essa a pretensão, mas espero que a doação do meu tempo tenha feito pelo menos um tiquinho a diferença no dia dessas crianças cuja carência é total!...


16 de dezembro de 2013

Preparando a chegada do Papai Noel

"Já faz tempo que eu pedi mas o meu Papai Noel não vem..."

Bom... não vinha! Esse ano, a coisa mudou...

Há muitos anos a época que antecede o Natal é uma tortura pra mim. Em novembro, quando as lojas e os supermercados começam a tocar as músicas natalinas, meu coração aperta de um jeito que eu não sei explicar, e a tristeza invade, avassaladora. Não era assim quando eu era bem mais nova. Essa tristeza não era tão latente, apesar de já não gostar de ouvir John Lennon cantando Happy Xmas.

Mas esse ano, de alguma forma, as coisas mudaram pra mim. Ainda não é um período confortável e nem festivo, como é para a maioria das pessoas, mas pelo menos a tristeza não tomou conta. Estou até curtindo, e embalando presentes com capricho. E a nossa bela árvore já não é mais vista como uma provocação à felicidade...   :)












Fico grata ao Papai Noel, pela invasão desse espírito que há muito tempo eu não sentia!!!