6 de setembro de 2012

Noite de colheita

"Sou um Palhaço, respondi eu, e coleciono instantes"
(Heinrich Böll, em Pontos de vista de um Palhaço)

Ontem eu tive um dia "desgramado" de ruim. Passei o tempo todo chorona, incomodada, uma chata. Mas aí, em um minuto, as coisas mudam. Quem é que pode dizer o que nos espera logo alí, no dobrar da esquina? E ontem, o que me esperava era uma boa conversa, a oportunidade de fazer um pedido sincero de desculpas, de desabafar, e a retirada de uma tonelada de peso das minhas costas...

Esse instante de ontem eu quero guardar na minha coleção. Isso porque o encontro com a verdade é sempre frutífero e foi isso o que eu me proporcionei. Não com a verdade dos outros, mas com a minha. Uma verdade expressada sem pudor, sem amarras e sem segredos. Mesmo as coisas que eu não disse ficaram claras. Minhas mágoas legítimas, minhas desculpas sinceras, meus bons sentimentos abertos. O que eu colhi com isso? Uma boa noite de sono, coisa que estava bem longe da minha expectativa para ontem...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Após escrever seu comentário, clique em "comentar como". Vai aparecer uma lista de opções e se você não for usuário de nenhuma delas, clique em "nome/URL". Apenas escreva seu nome. O campo URL é opcional, e nele é preenchido o endereço do seu blog ou site, caso tenha.

Depois é só clicar em "continuar" e em "publicar" (às vezes o sistema pede pra você provar que não é um robô, daí é só clicar no quadradinho, tá?).

Vou adorar ler o que tem para compartilhar comigo... :)